Novo chip de memória promete guardar dados para sempre

da Redação
Kasterweb

Quando pensamos que já ouvimos de tudo, ai que estamos enganados. Há muito mais para se descobrir nesse devasto mundo de tecnologias. Olha só que super interessante, um estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Oxford, do Reino Unido, e do Instituto Karlsruhe, da Alemanha, um time que criou uma nova técnica chamada GST. Essa composição é formada por uma liga de germânio, antimônio e telúrio, assim, quando atingida por um laser, sua estrutura muda.

Foto: divulgação

Esse chip possui uma camada de GTS capaz de redirecionar a luz através de canais de silicone. Funciona da seguinte forma:  quando é atingido por um laser de alta intensidade, ele é guiado por estes canais para atingir o GST, transformando-o de uma estrutura cristalina em uma geleia sem forma que pode ser interpretada como se fosse um dado.

O chip incrível:
O processo pode ser revertido com o uso de outro laser, o que permite que feixes de luz de intensidade e comprimento de ondas diferentes sejam usados. Desta forma, os cientistas conseguiram gravar cerca de 8 bits de dados em um único local.

Quando posso comprar o chip?
Parece muito legal essa ideia, porém a pesquisa está no inicio e não tem uma previsão ainda de quando o chip será comercializado. Por outro lado, o protótipo usado nos testes já é tão rápido e consome tanta energia quanto os dispositivos flash atuais. A expectativa é que os produtos com a tecnologia sejam até cem vezes mais rápidas que os SSDs atuais.

Como funciona os chips comuns?
Os novos chips mais eficientes por que os fótons conseguem transmitir os dados com mais velocidade. Um dos problemas dos chips eletrônicos, e que limitam seu uso, é que os elétrons, ao se movimentarem, se chocam uns com os outros, gerando resistência e calor, que precisa ser dissipado.

Via: Science e techtudo

The following two tabs change content below.

Renata Rodrigues

Latest posts by Renata Rodrigues (see all)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *